Banner
Você está aqui: Home

DPG discute curso de Doutorado com reitor da FCR e Coordenadores de Pós-Graduação da PUC-RS

E-mail Imprimir

Da E para a D: Prof. Nina Lee; Reitor da FCR, Fábio Hecktheuer; DPGE Marcus Edson de Lima; Profs. Drs. Carlos Molinaro e Regina Ruaro; e Corregedor Auxiliar Hans Lucas.O Defensor Público-Geral, Marcus Edson de Lima reuniu-se, na manhã desta quinta-feira, 27, com o Reitor da Faculdade Católica de Rondônia (FCR) Fábio Hecktheuer, e com os Coordenadores de Pós-Graduação, da FCR, Professora Nina Lee Magalhães, e da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), Professor Dr. Carlos Alberto Molinaro e Professora Dra. Regina Linden Ruaro.

Na ocasião, os representantes da PUC-RS apresentaram ao Defensor Público-Geral uma proposta de curso de Doutorado para os Defensores Públicos de Rondônia, com o início para o 2º semestre de 2018, oferecido pela instituição de ensino, por meio da Faculdade Católica de Rondônia.

“O que nós trazemos a vocês é um curso de Doutorado em Direito do Estado com suporte em Direitos Fundamentais e Constitucionais, nos mesmo moldes do curso que nós oferecemos no Rio Grande Sul”, afirma o Professor Dr. Carlos Molinaro. “Estamos trabalhando há 3 anos com essa nova linha de pesquisa, que une Direito, Ciência, Tecnologia e Inovação”, conclui.

Representantes da PUC-RS.Reitor e Coordenadora de Pós Graduação da FCR.O Defensor Público-Geral acenou positivamente a uma parceria entre as instituições e disse ser favorável a uma aproximação entre academia e Defensoria Pública. “Priorizo muito a qualificação profissional e acadêmica dos integrantes da Defensoria Pública de Rondônia, o que resulta em ganhos para a instituição e para os assistidos. Assim como o Mestrado, parceria entre DPE-RO e FCR, que está em andamento, também apoio a ideia do curso de Doutorado para Membros da instituição”, afirmou Marcus Edson de Lima.

A Defensoria Pública de Rondônia pretende custear 2 vagas para Defensores Públicos, o que ainda está sendo estudado. O Doutorado em Direito do Estado oferecido pelos representantes da PUC-RS prevê de 13 a 14 vagas para o Estado de Rondônia, e está sendo oferecido também a outras instituições públicas parceiras da Faculdade Católica, como, por exemplo, o Tribunal de Contas do Estado.

Joomlart