Banner
Você está aqui: Home

DPE realiza ação na semana nacional do doador de sangue

E-mail Imprimir

Nesta sexta-feira, 24, cerca de 20 servidores da Defensoria Pública do Estado de Rondônia compareceram a Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Rondônia (Fhemeron) para fazer doação de sangue.

O ato faz parte de uma campanha realizada pela Defensoria Pública do Estado de Rondônia em alusão ao Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue, 25 de novembro, com o intuito de incentivar a doação voluntária de sangue.

O Defensor Público-Geral, Marcus Edson de Lima, idealizador de projeto, salientou a importância das ações da Defensoria Pública de Rondônia neste sentido. "Somos muito mais que apenas órgãos de atuação judicial, somos agentes de transformação social. Por este motivo, temos conduzido a instituição visando também à realização deste tipo de ação, a cada dia mais fortalecendo o nosso propósito: o de atender efetivamente a população carente de nosso Estado".

O servidor Luan Hortiz Campos, que participou da ação, deu o seu depoimento. "Acho muito importante doar sangue, pois podemos ajudar as pessoas que precisam, e a DPE tem um papel muito importantes nisso, por meio desta campanha, incentiva vários servidores a ajudar o próximo".

Servidoras que participaram (da E para a D): Gabriela Suriano, Rísia Cataca, Carla Campos, Patrícia Cavalcante e Allyana Cabral.Servidores que participaram: Ricardo Ferreira, Vinícius, Luan Hortiz e Carlos Eduardo Felix.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Quem pode doar?

Para se tornar um doador de sangue, é necessário que a pessoa apresente as seguintes características:

Tenha entre 16 e 69 anos;

Pese mais de 50 quilos;

Não esteja grávida;

Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação);

Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas);

Estar em boas condições de saúde;

Não seja Epilético;

Tenha doado sangue há mais de 60 dias (homem) ou 90 dias (mulher);

Tenha dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas;

Apresentar documento original com foto recente, que permita a identificação do candidato, emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social).

Procedimento

O processo de doação leva aproximadamente 1/2 hora. A doação em si dura apenas de 6 a 10 minutos.

Será preenchida uma ficha do doador, que ficará cadastrado em no banco da Fhemeron. A seguir, um médico irá medir a pressão do doador e checar se o mesmo está apto a doar sangue.

Algumas perguntas que fazem parte da rotina serão feitas. As respostas são extremamente importantes e confidenciais.

Um profissional de saúde irá realizar a assepsia no braço do doador e usar uma agulha descartável. Não há chance de contrair o vírus da AIDS ou nenhuma outra doença infecciosa doando sangue.

Após a doação, o doador deverá descansar uns 10 minutos. Esse tempo é muito importante! Ao final da doação, um lanche leve é fornecido gratuitamente.

Joomlart