.
Banner
Você está aqui: Home

Núcleo Maria da Penha realiza palestra sobre violência doméstica no mês da Mulher

E-mail Imprimir

No último sábado, 16, o Núcleo Maria da Penha da Defensoria Pública de Rondônia (DPE-RO), coordenado pelo Defensor Público Guilherme de Ornelas, realizou, no Centro Espírita Irmão Jacob, a palestra “Violência Doméstica: Identificação e Estratégias de Enfrentamento”, com o objetivo de conscientizar a comunidade sobre a situação da violência no âmbito familiar e oferecer esclarecimentos sobre como procurar apoio para vencer o ciclo de violência doméstica.

A ideia é oferecer não só o auxílio jurídico, mas todo o acompanhamento psicológico e social necessário para que essas mulheres criem uma estratégia para se livrar dessa situação.

Para isso, o Núcleo Maria da Penha: assistente jurídica, psicóloga, assistente social e estagiários, cada um apresentou um pouco sobre o que faz e como cada área pode ajudar a mulher vítima de violência doméstica.

O estagiário em psicologia, Renan Enes, explicou para os presentes o que é e quais as formas de violência doméstica.

A psicóloga Sarah Nachiro falou sobre os ciclos da violência.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“Falar sobre o ciclo da violência doméstica é transformador. É perceptível o movimento de auto-análise de quem está ouvindo. Porque, até então, algumas mulheres não conseguem sequer identificar que estão em uma situação de violência, e como se livrar se não me reconheço na situação? Por isso que o Núcleo Maria da Penha sai das quatro paredes da sala de atendimento, vai ao encontro dessas mulheres para mostrar à elas que há saída sim, e há estratégias de enfrentamento que a ajudarão a romper com a situação de violência até então vivenciada.” Sarah Nachiro, psicóloga da DPE-RO.

A assistente jurídica, Shase Costa, explanou sobre as estratégias de enfrentamento.

A assistente social, Jailena Coelho, e o estagiário em serviço social, Afonso Rodrigues, falaram sobre órgãos assistenciais que as mulheres em situação de violência podem procurar para obterem auxílios.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“A violência doméstica é uma triste realidade que deve ser enfrentada diuturnamente, em todas as suas dimensões. Nosso objetivo foi demonstrar que a violência doméstica acontece de forma cíclica, e apresentar os mecanismos disponíveis para que seja interrompida. Nesse sentido, a educação em direitos é uma importante ferramenta para possibilitar a integração da Defensoria Pública com a comunidade”, declarou Guilherme de Ornelas.

O Defensor Público Guilherme de Ornelas encerrou a palestra e abriu espaço para que as pessoas presentes fizessem perguntas e tirassem suas dúvidas.

Confira mais fotos da Palestra aqui!

Joomlart