Pular para conteúdo principal

Encontro na BA discutirá excessos provocados pelos programas policiais

Publicado em:

Nos próximos dias 25 e 26 de fevereiro, defensores públicos que atuam nas áreas de direitos humanos e direito criminal se reunirão na Bahia para discutirem normas instrutivas de como as defensorias públicas de todo o Brasil devem agir em relação aos casos referentes aos excessos provocados pelos meios de comunicação, em especial os programas policiais, que costumam “expor e humilhar” pessoasque ainda não foram condenadas pela Justiça.

No primeiro dia, o evento será exclusivo aos defensores públicos. No segundo dia, será ouvida a sociedade civil e a imprensa. Para tanto, organismos internacionais estão sendo mobilizados, entre eles, Anistia Internacional, Central Única das Favelas (Cufa), CIDH-OEA e representantes do Poder Executivo. Participarão ainda órgãos representativos da imprensa: Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) e Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj).

O encontro encerrará com a confecção e apresentação da “Carta de Salvador”, a ser apresentada à sociedade civil, aos veículos de comunicação e os organismos internacionais e nacionais competentes, a exemplo da Comissão Internacional de Direitos Humanos da OEA (CIDH-OEA) e Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República.


Compartilhar

Skip to content