Pular para conteúdo principal

Treze defensores públicos são efetivados no cargo

Publicado em:

Apenas quatro defensores participaram da solenidade; os demais não puderam comparecer

Apenas quatro defensores participaram da solenidade; os demais não puderam comparecer

Após três anos em estágio probatório, treze defensores públicos foram efetivados no cargo pelo Conselho Superior da Defensoria Pública do Estado, na terça-feira, 11/11, em solenidade realizada no gabinete da instituição.

Esses defensores passaram a integrar o quadro da instituição por meio do concurso público realizado em 2010. A defensora pública Marillya Gondim Reis, apesar de ter sido aprovada no mesmo certame, ainda não foi efetivada em virtude da mesma ter sido empossada no cargo em data posterior aos demais membros que integram o grupo.

O defensor público geral do Estado, e presidente do Conselho Superior, Antonio Fontoura Coimbra, afirmou que a efetivação dos defensores é motivo de orgulho para a instituição.

“A Defensoria Pública só tem a ganhar com profissionais dessa magnitude, que passaram os três anos do estágio probatório agindo com ética e respeito aos colegas e aos assistidos, por isso, a consolidação na carreira é mais do que justa”, declarou.

Em virtude da maior parte dos defensores está atuando no interior, apenas quatro deles participaram da solenidade.

O DPG Antonio Fontoura junto com os demais membros do Conselho e os defensores efetivados

O DPG Antonio Fontoura junto com os demais membros do Conselho e os defensores efetivados

Veja a relação, juntamente com as fotos dos membros efetivados:


Compartilhar

Skip to content