Pular para conteúdo principal

Ariquemes: DPE ministra palestra sobre prevenção à violência nas escolas

Publicado em:

Com o objetivo de prevenir a violência nas escolas, a Defensoria Pública do Estado (DPE-RO), por meio do núcleo em Ariquemes, realizou palestra sobre o papel dessa instituição na mediação dos conflitos escolares. A explanação fez parte da programação da Semana Pedagógica, promovida pela Coordenadoria Pedagógica da Secretaria da Educação (Seduc), nesse Município.

A defensora Ludmila Maciel representou a DPE no evento pedagógico

A defensora Ludmila Maciel representou a DPE no evento pedagógico

A palestra foi ministrada pela defensora pública Ludmila Maciel. Ela fez uma síntese sobre o papel da DPE na sociedade, os conflitos escolares mais recorrentes e a importância da mediação na solução dessas desavenças. A ação foi destinada aos professores e coordenadores de ensino de cinco escolas estaduais.

A defensora destacou a importância da mediação como uma forma alternativa para solução de conflitos entre as pessoas, diferenciando-a da conciliação. “O acordo é um instrumento eficaz de pacificação social sem que se lance mão, necessariamente, de um processo judicial custoso e lento”.

Ela explicou ainda que a mediação não trabalha diretamente com direitos, mas em cima de necessidades que todos têm e merecem que sejam atendidas, caso contrário as tensões permanecem. Segundo a defensora, a conciliação não apresenta soluções prontas, mas reforça a responsabilidade das partes em disputa.

A defensora discorreu ainda sobre os conflitos escolares que abrangem situações diversas de violência (entre alunos, entre alunos e professores, entre pais e professores, e entre pais e outros alunos).

Ludmila esclareceu que os jovens terminam levando para a escola conflitos que ocorrem em família. Na opinião da defensora, a solução seria a realização de trabalho de conscientização família- escola.

Prevenção

A coordenadora pedagógica da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) em Ariquemes, Jaisa Machado, declarou que o órgão já vem desenvolvendo trabalho semelhante, em que a família tem participação importante nas ações desenvolvidas na escola. “Por enquanto, não temos problemas sérios de violência, o nosso objetivo com esse evento é mais a prevenção”, frisou.

Jaisa explicou que conflitos são comuns na adolescência. De acordo com a coordenadora, a preocupação maior é com os alunos do turno da noite, devido às drogas. Na cidade de Ariquemes são dez escolas do Estado, que atendem o ensino fundamental e o médio.


Compartilhar

Skip to content