Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Se clicar em "Rejeitar Cookies", os cookies que não forem estritamente necessários serão desativados. Para escolher quais quer autorizar, clique em "Gerenciar cookies". Saiba mais em nossa Declaração de Cookies.

Pular para conteúdo principal

DPE participará do Defensoria Sem Fronteira em PE

Publicado em:

Os defensores públicos-gerais durante reunião do Condege

Os defensores públicos-gerais durante reunião do Condege

A Defensoria Pública do Estado (DPE-RO) integrará a equipe formada por 40 defensores públicos que participará do projeto Defensoria Sem Fronteiras, a ser realizada no dia 20 de fevereiro, em Pernambuco.

A reedição do projeto foi aprovada nesta sexta-feira, 30/01, durante reunião do Colégio Nacional de Defensores Públicos, em Pernambuco. O subdefensor público-geral do Estado, Marcus Edson de Lima, participa do evento. “A integração das Defensorias é fundamental para o fortalecimento dessas instituições, por isso a importância de participarmos de projetos como o Defensoria Sem Fronteiras”, declarou Marcus Edson.

O custo da viagem ficará a cargo do Governo de Pernambuco. A deliberação faz parte de um dos pleitos do defensor público-geral de Pernambuco, Manoel Jerônimo, que solicitou reforço para auxiliar a Defensoria Pública do Estado nos trabalhos realizados nos presídios, especialmente no complexo penitenciário do Curado. A ação deverá envolver também o Ministério Público e o Judiciário pernambucano.

O subdefensor público-geral Marcus Edson de Lima representa a DPE no evento

O subdefensor público-geral Marcus Edson de Lima representa a DPE no evento

Além dos defensores gerais, componentes do Colégio, participaram da reunião defensores públicos de Pernambuco e o Secretário de Direitos Humanos do Estado, Pedro Eurico. “Vamos enfrentar a difícil realidade do nosso sistema penitenciário com tranquilidade e humildade. Em uma sociedade democrática, a garantia de direitos redunda em maior segurança”, afirmou o secretário.

Esta é a primeira reunião do Condege este ano. Além do projeto Defensoria Sem Fronteiras, foi colocada em pauta ainda a organização interna da entidade, cujo objetivo é funcionar como órgão permanente de coordenação e articulação dos interesses comuns das Defensorias Públicas existentes no país, bem como promover e incentivar as práticas administrativas e de gestão voltadas ao seu aperfeiçoamento institucional.


Compartilhar