Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Se clicar em "Rejeitar Cookies", os cookies que não forem estritamente necessários serão desativados. Para escolher quais quer autorizar, clique em "Gerenciar cookies". Saiba mais em nossa Declaração de Cookies.

Pular para conteúdo principal

DPE investe em capacitação dos servidores para melhorar o atendimento

Publicado em:

Com o intuito de aprimorar a qualidade dos serviços da área jurídica disponibilizados pela Defensoria Pública do Estado (DPE-RO), o Centro de Estudos Jurídicos da instituição realiza nesta sexta-feira, 06, das 19 às 22 horas, na sede da DPE-RO, o curso  prático de Direito Civil, com o defensor público Leonardo Werneck.

Serão abordados os temas contrato de compra e venda, com ênfase em negócios jurídicos sobre bens imóveis e veículos automotores; casamento e união estável, aspecto patrimonial. A programação do Curso sobre Processo Civil e Civil iniciou em dezembro, com a aula sobre Petição Inicial, ministrada pelo defensor público Kelsen Henrique dos Santos.

O defensor discorreu sobre o “Primeiro Atendimento: orientação quanto à documentação exigida nos diversos tipos de demanda, triagem de hipossuficiência, negativa de demandas inviáveis (pedidos juridicamente impossíveis) versus direito constitucional e abstrato de ação e inafastabilidade da jurisdição (pretensão de ter sua demanda conhecida pelo Poder Judiciário)”.

A aula seguinte foi com o defensor público Miller de Carvalho, cujo tema foi “Resposta do Requerido:Contestação – ônus da prova e produção de provas: o que deve ser comprovado pelo réu, configuração e consequências preclusão e revelia, redação dos pedidos, pedidos contrapostos e reconvenção”.

A terceira aula, sob a responsabilidade da defensora pública Ana Flávia Jordão, versou sobre “Ações de Saúde: documentação exigida, antecipação de tutela contra a Fazenda Pública, legitimidade dos entes federativos, prerrogativas da Fazenda Pública e medidas constritivas compatíveis com a obrigação de fazer”.

Já esteve em pauta também o tema “Alimentos e guarda – necessidade e Possibilidade: como aferir esses critérios para fixar o valor do pedido, tipos de guarda e noções para conciliação entre as partes. O expositor foi o defensor público Fábio Roberto de Oliveira Santos”.

A programação do curso inclui a execução de mais duas aulas, uma sobre “Ações Possessórias e Usucapião, com os subtemas:reintegração de posse , manutenção da posse, interdito proibitório e imissão na posse e ainda usucapião de propriedade imóvel e usucapião de domínio útil”; e a outra abordará “Agravo e Apelação – interesse recursal  e sucumbência, consequências dos efeitos do recurso na antecipação  de tutela e congruência da sentença em relação ao pedido”.


Compartilhar