Pular para conteúdo principal

Marcus Edson é empossado no cargo de DPGE; ele destaca a parceria com os poderes

Publicado em:

Marcus Edson durante o discurso de posse

Marcus Edson durante o discurso de posse

A Defensoria Pública do Estado, no biênio 2015/2017, será conduzida pelo defensor público-geral do Estado, Marcus Edson de Lima,36, empossado pelo Conselho Superior da Defensoria Pública na sexta-feira, 17/07, em cerimônia ocorrida no Teatro Guaporé.

Ele substitui no cargo o até então defensor  público-geral, Antonio Fontoura Coimbra, nomeado na ocasião como subdefensor público-geral.

A solenidade contou com a presença do vice-governador, Daniel Pereira, do presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho, do corregedor-geral do Tribunal de Justiça do Estado, desembargador Daniel Lagos, do subprocurador –geral de Justiça, Osvaldo Luiz de Araújo, do presidente da OAB/RO, Andrey Cavalcanti.

Antonio Fontoura Coimbra, até então defensor público-geral, é nomeado subdefensor público-geral

Antonio Fontoura Coimbra, até então defensor público-geral, é nomeado subdefensor público-geral

Participaram ainda, o corregedor-geral do Tribunal de Contas do Estado, Edilson de Sousa Silva, o defensor chefe da DPU em Rondônia, Thiago Mioto e o defensor público do Amazonas Helon Nunes, coordenador na Região Norte da Associação Nacional dos Defensores Públicos (Anadep). Outras autoridades também prestigiaram o evento.

Autoridades prestigiaram a solenidade

Autoridades prestigiaram a solenidade

Em seu discurso, Marcus Edson relatou, emocionado, sua trajetória de vida, agradecendo em especial aos pais, aos irmãos e a sua noiva, que o apoiaram incondicionalmente na longa e difícil caminhada para ser aprovado no concurso para defensor público. “Recordar o passado é a melhor forma de não esquecê-lo, e assim valorizarmos o que conseguimos por meio de muito esforço”, observou.

Ele agradeceu também ao defensor público Antonio Fontoura Coimbra por ter, enquanto DPGE, confiado a missão de ajudá-lo na condução da  Administração Superior, nomeando-o subdefensor público-geral. “Continuaremos essa parceria, Fontoura como subdefensor geral e eu como defensor público-geral. Tenho certeza que ele nos apoiará com sua experiência e sabedoria”.

O Poderes Executivo e o Legislativo, o Ministério Público, a OAB e o Judiciário também foram mencionados pelo DPGE empossado. O Executivo  merece destaque, de acordo com Marcus Edson de Lima, por acreditar  cada dia mais no avanço institucional da Defensoria Publica, entendendo que o crescimento reflete no interesse comum de melhorias para a população carente.

A menção especial  ao Legislativo, segundo o novo defensor público-geral, deve-se ao fato de a Casa de Leis  ter sido sempre parceira da instituição. “Para provarmos isso basta compararmos a nossa Legislação com a de outros estados mais evoluídos legislativamente”. Outro fator importante, de acordo com ele, é que a Casa de Leis sempre manteve, e não tenho dúvida que continuará mantendo, as portas abertas para a Defensoria Pública.

Família do empossado

Família do empossado

“Agradeço ainda ao Ministério Público e a OAB com quem sempre tive boa relação, inclusive com trabalhos conjuntos de repercussão nacional na tutela coletiva, e acreditando que a cada dia que passa devemos nos aproximar cada vez mais”.

Crescimento

Marcus Edson afirmou que sempre quis participar do crescimento de uma Defensoria Pública “e Deus me deu a missão de assim fazer no Estado de Rondônia, e com muita luta o farei até a minha aposentadoria, honrando o compromisso assumido quando  tomei posse como defensor público”.

Por fim, ele citou o constitucionalista José Afonso da Silva para mostrar a importância da Defensoria Pública para a população carente. “Cabe aos defensores públicos abrir os Tribunais aos pobres. É uma missão tão extraordinariamente grande que, por si só, será uma revolução, mas, também, se não cumprida convenientemente será um aguilhão na honra dos que a receberem e, por ventura, não a sustentarem”.

Paulista, Marcus Edson de Lima pertence à classe dos defensores públicos de 3ª Entrância. Ele integra o grupo dos membros mais jovens da DPE, que ingressou na instituição através do primeiro concurso realizado em 2008.
O defensor público-geral é formado em Direito pela Universidade de Taubaté (SP). Ele  já coordenou o Núcleo da Cidadania do Shopping Cidadão, na comarca de Ji-Paraná,  e durante três anos atuou como coordenador do Núcleo de Ações Coletivas, na comarca de Porto Velho.

Defensores públicos de Entrância Especial

Defensores públicos de Entrância Especial

Membros do Conselho Superior da DPE

Membros do Conselho Superior da DPE

Fotos: Bolotha


Compartilhar

Skip to content