Pular para conteúdo principal

Defensoria atendeu 85 pessoas durante o TRT Comunidade

Publicado em:

Brenda esteve na DPE querendo informações sobre alteração de nome no registro

Brenda esteve na DPE querendo informações sobre alteração de nome no registro

Brenda Amaral Costa esteve com o marido na Defensoria Pública durante a operação TRT Comunidade na Escola Daniel Neri no sábado, 23/04, na zona leste de Porto velho. O casal queria informações de como proceder caso o exame de paternidade feito por ele(esposo) desse positivo em relação a suposta filha que teve com outra moça.

A criança já está registrada em nome do companheiro da sua ex-mulher. “Ficamos sabendo que a criança provavelmente é filha dele recentemente, por isso  queremos legalizar a situação e ver se conseguimos alterar o nome no registro”, declarou Brenda.

A Defensoria Pública realizou 85 atendimentos das 8 às 12h30. A maioria dos assistidos queria informações sobre a área cível e família – pensão alimentícia, saúde, divórcio, investigação de paternidade, execução de alimentos, guarda e divórcio. Os casos mais complexos foram encaminhados para o atendimento na sede da instituição, para Núcleo da Cidadania, no Tudo Aqui, ou para o posto de atendimento da zona leste, localizado na Avenida Plácido de Castro, 8742 – Bairro São Francisco.

O projeto TRT Comunidade iniciou em agosto de 2013, quando foram realizadas três edições. Nos anos seguintes as três edições continuaram a ser executadas. Em 2014 foram mais três. Neste ano de 2016, é a primeira a ser executada. A DPE fechou a parceria com o Tribunal Regional do Trabalho desde 2014.

A equipe da DPE foi composta pelo defensor público Daniel Mendes de Carvalho, e pelos servidores da área jurídica Eulália Antunes, Marina Lopes Paula de Almeida, Cleonice de Matos e Daniel Auler.


Compartilhar