Pular para conteúdo principal

É preciso fortalecer e estruturar a Defensoria, afirma ministra do STJ

Publicado em:

DPGE Marcus Edson(Direita) conversa com a ministra Nancy Andrighi ( Vestimenta rosa)

DPGE Marcus Edson(Direita) conversa com a ministra Nancy Andrighi (Vestimenta rosa)

“Temos que estruturar e fortalecer a Defensoria Pública, pois somente por meio dela é que conseguiremos reduzir o número de processos no Judiciário”, afirmou a Corregedora Nacional de Justiça, ministra Nancy Andrighi, em reunião com o Defensor Público-Geral do Estado, Marcus Edson de Lima, na quinta-feira,04,durante a abertura do Mutirão Fiscal, na Elo Eventos, em Porto Velho. A ministra veio ao estado para participar da cerimônia de abertura.

O mutirão, que iniciou na quinta-feira e encerra na terça-feira,09, é promovida pelo Judiciário de Rondônia e  Governo do Estado, e conta com a parceria da DPE-RO. A ação faz parte do Programa Nacional de Governança Diferenciada das Execuções Fiscais, fomentado pela Corregedoria Nacional de Justiça.

A ministra destacou a necessidade de a Defensoria Pública ser valorizada como instituição essencial ao sistema de Justiça. “Por falta de estrutura, a trava para conter as ações judiciais está nessa instituição, por isso faz-se necessário que ela seja estruturada e receba todo apoio que precisa para desenvolver o trabalho a contento”, observou.

O DPGE aproveitou o encontro para falar dos projetos que estão em execução na Defensoria Pública de Rondônia, em especial a ênfase que vem dando para implementar  os instrumentos de conciliação e de mediação, visando a resolução de conflitos.

Porém, ele ressaltou que a falta de defensores públicos para atender a demanda cada vez maior, ainda é um obstáculo para o amplo desenvolvimento da DPE. São apenas 65 membros para suprir todo o estado. “É relevante estruturar a instituição para que possamos levar Justiça aos menos favorecidos economicamente”, concluiu o DPGE.


Compartilhar