Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Se clicar em "Rejeitar Cookies", os cookies que não forem estritamente necessários serão desativados. Para escolher quais quer autorizar, clique em "Gerenciar cookies". Saiba mais em nossa Declaração de Cookies.

Pular para conteúdo principal

DPE-RO apoia a campanha “Em Defesa Delas” da Anadep

Publicado em:

A Defensoria Pública do Estado de Rondônia está apoiando a realização da nova campanha da Associação Nacional das Defensoras e Defensores Públicos (Anadep): “Em Defesa Delas” sobre a garantia dos Direitos das Mulheres, que será lançada hoje, 3 de maio, no vão do Museu de Arte de São Paulo (Masp).

A campanha que conta também com apoio da Associação Paulista de Defensores Públicos (APADEP) e da Defensoria Pública do Estado de São Paulo (DPE-SP), acontecerá por todo o ano de 2019.

Durante o lançamento nesta sexta-feira, 3, será realizado atendimento psicossocial e jurídico gratuito, exposição temática e rodas de conversas, com apoio do Núcleo Especializado de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher da Defensoria Pública do Estado de São Paulo (NUDEM), de movimentos sociais e de usuárias dos serviços da Defensoria.

“Apoiar esta campanha é imprescindível para o Condege, pois trata-se de um movimento em defesa das mulheres brasileiras, dentre elas, a classe das Defensoras Públicas, que vem crescendo a cada ano dentro das Defensorias por todo o país”, afirma o Defensor Público-Geral e Presidente do Condege, Marcus Edson de Lima.

Segundo o Presidente da Anadep, Pedro Paulo Coelho, a campanha tem por objetivo mostrar o trabalho da Defensoria Pública na efetivação dos direitos das mulheres. “Nosso foco dentro desta iniciativa é também abordar o papel da Instituição na construção de políticas públicas que combatam discriminações sofridas pelas mulheres.”, afirma. “Outro foco será a educação em direitos, ou seja, o necessário trabalho de conscientização da sociedade e também dos agressores através de palestras, cursos e rodas de conversa com o objetivo de quebrar o ciclo da violência e cooperar para a redução da desigualdade de gênero”.

Para saber mais sobre a campanha: “Em Defesa Delas” acesse: https://www.anadep.org.br/emdefesadelas/

Dados estatísticos

Apesar de o número de mulheres (51,6%), segundo o IBGE, ser superior ao de homens (48,4%) no Brasil, o país é o quinto no mundo com a maior taxa de feminicídio. A cada duas horas uma mulher é assassinada. A maioria delas morta por seus companheiros ou por parentes próximos.

Em 2018, 90 mil denúncias foram relatadas no país referentes a agressão física, psicológica, sexual, moral e cárcere privado. Todas elas registradas pelo Ligue 180 – canal gratuito para denúncias de violência contra a mulher.

Exposição fotográfica “Mulheres Atingidas: da lama à luta”

O vão do MASP também será palco da exposição fotográfica “Mulheres Atingidas: da lama à luta”. A mostra é composta por 24 imagens, registradas pelos fotógrafos Isis Medeiros, Gabriel Lordêllo e profissionais parceiros, que retrataram o drama vivido pelas mulheres atingidas pelo rompimento das barragens nas cidades de Brumadinho e Mariana, que causaram grande destruição socioambiental em comunidades de Minas Gerais e do Espírito Santo. A mostra será gratuita e terá visitas guiadas.

Fonte: Portal da Anadep.


Compartilhar