Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Se clicar em "Rejeitar Cookies", os cookies que não forem estritamente necessários serão desativados. Para escolher quais quer autorizar, clique em "Gerenciar cookies". Saiba mais em nossa Declaração de Cookies.

Pular para conteúdo principal

DPE e demais instituições jurídicas discutem sistema de Proteção da Criança do Adolescente

Publicado em:

Teve início nesta segunda-feira, 16, o 1º Seminário Regional Integrado entre as Carreiras Jurídicas para o fortalecimento do Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente.

O Defensor Público-Geral, Hans Lucas Immich, compôs a mesa de autoridades durante o evento representando a Defensoria Pública do Estado de Rondônia, juntamente com o Presidente do Tribunal Regional do Trabalho 14ª Região, Osmar Barneze, o Corregedor-Geral do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Lélio Bentes, além de desembargadores, juízes do trabalho, e representantes do Tribunal de Justiça, Ministério Público do Estado e Ministério Público do Trabalho.

“Todas estas instituições integram o ‘Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente no estado de Rondônia’, e é muito gratificante ver que estamos todos juntos para que possamos debater e criar fórmulas de atuação, combatendo o trabalho infantil, e ao mesmo tempo promovendo a aprendizagem profissional dos adolescentes”, afirma Hans Lucas Immich.

Corregedor-Geral do TST, Lélio Bentes, e Defensor Público-Geral, Hans Lucas Immich.

Corregedor-Geral do TST, Lélio Bentes, e Defensor Público-Geral, Hans Lucas Immich.

Durante o evento, a idealizadora do seminário, a desembargadora Maria Cesarineide de Souza Lima, explicou que esta é uma preocupação real do Tribunal Regional do Trabalho. “Não adianta apenas combater o trabalho infantil e depois não pensarmos na inclusão profissional deste jovem quando crescer. Por isso, que buscamos meios de acolhimento às vítimas, e ao mesmo tempo oferecendo a elas uma chance de crescimento profissional, como, por exemplo, pelo trabalho de menor aprendiz”, explica.

Abertura

A noite de abertura do I Seminário Regional Integrado contou com a fala dos representantes das instituições, com a apresentação dos corais: Canto Livre, do Ministério Público, e Vozes do Madeira, do Tribunal de Justiça, com a apresentação do projeto socioambiental do Tribunal Regional do Trabalho, e com a palestra do ministro do TST, Lélio Bentes.


Compartilhar