Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Se clicar em "Rejeitar Cookies", os cookies que não forem estritamente necessários serão desativados. Para escolher quais quer autorizar, clique em "Gerenciar cookies". Saiba mais em nossa Declaração de Cookies.

Pular para conteúdo principal

Defensoria Pública formaliza contrato de locação do novo Prédio-sede da instituição em Porto Velho

Publicado em:

Na última quarta-feira, 10, o Defensor Público-Geral, Hans Lucas Immich, assinou o contrato de locação do novo Prédio-sede da Defensoria Pública do Estado de Rondônia localizado na esquina da Avenida Jorge Teixeira com Rua Quintino Bocaiúva, no local onde funcionava o prédio dos Juizados Especiais e Turmas Recursais do Tribunal de Justiça do Estado (TJ-RO).

O ato formal aconteceu em um encontro com o proprietário do edifício na sala de reuniões do gabinete da Defensoria Pública-Geral. Acompanhando a assinatura do contrato estava o Subdefensor Público-Geral, Diego de Azevedo Simão, a Diretora Administrativa, Ana Cláudia Pinheiro, o Diretor da Engenharia, Cleider Pires, e as técnicas administrativas Maria Maiane Neres e Pamela Ferreira.

O contrato prevê a locação para o uso exclusivo da Defensoria Pública pelos próximos cinco anos. Todo o prédio passou por uma reforma estrutural para receber o mobiliário e todo o equipamento técnico da Defensoria Pública, além da adequação da estrutura para atendimento ao público externo. Os Núcleos e setores da Defensoria Pública serão distribuídos pelos três pavimentos do prédio, sendo os dois primeiros reservados à atividade-fim e ao atendimento ao público e o terceiro pavimento reservado à Defensoria-Geral e ao administrativo da instituição.

“Estamos muito contentes em oficializar a locação do novo Prédio-sede da Defensoria Pública do Estado de Rondônia, que é mais amplo e adequado para o atendimento aos assistidos e para o desempenho das funções de nossos membros e servidores, inclusive contando com todo o material de acessibilidade para pessoas com deficiência”, explica Hans Lucas Immich.


Compartilhar