Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Se clicar em "Rejeitar Cookies", os cookies que não forem estritamente necessários serão desativados. Para escolher quais quer autorizar, clique em "Gerenciar cookies". Saiba mais em nossa Declaração de Cookies.

Pular para conteúdo principal

Covid 19 e Influenza H3N2: DPE-RO informa sobre a suspensão temporária dos atendimentos presenciais

Publicado em:

Devido à escalada gradativa do número de casos positivos de Covid-19 no Estado de Rondônia, e à grande incidência do número de casos de influenza causados pelo vírus Influenza H3N2, fatos estes aliados também ao crescente números de internações e leitos ocupados em todo o estado, a Defensoria Pública do Estado de Rondônia publicou hoje, 25, a Portaria Conjunta nº 1/2022, assinada pelo Defensor Público-Geral, Hans Lucas Immich, juntamente ao Corregedor-Geral da DPE-RO, Marcus Edson de Lima, suspendendo temporariamente o atendimento presencial ao público, além de alterar parcialmente a Portaria Conjunta nº 01/2021, de 03 de novembro de 2021.

Segundo a nova portaria, os atendimentos ao público devem ser realizados de forma virtual (eletrônica), por meio dos canais de atendimento online da instituição (números de whatsapp, chat eletrônico e facebook da Defensoria Pública do Estado de Rondônia). Clique aqui e saiba quais são os canais, números de atendimento e horários.

Além disso, a portaria dispõe que “(…) excepcionalmente, o atendimento será presencial nos casos em que o(a) usuário(a) se encontre em situação de relevante vulnerabilidade e não puder ser atendido(a) pelos meios eletrônicos oferecidos em razão da indisponibilidade de acesso a recursos tecnológicos, conforme avaliado pela defensoras ou defensor público”, (Art.1º, §2º,).

Para o expediente interno da Defensoria Pública, a portaria determina que “as chefias estabelecerão escalas de revezamento, de modo a garantir a permanência presencial nas unidades do número mínimo de pessoas necessárias ao andamento dos trabalhos”.

“Mais uma vez estamos adotando medidas para reduzir as chances de transmissão e contágio do COVID-19, ao tempo também que trabalhamos para manter os serviços da Defensoria Pública do Estado de Rondônia em pleno funcionamento”, explica o Defensor Público-Geral, Hans Lucas Immich. “As medidas são importantes até para resguardar a saúde dos nossos colaboradores do público em geral, permitindo assim que o serviço continue sem interrupções” finaliza.


Compartilhar