Pular para conteúdo principal

Defensoria Pública realiza Seminário Visibilizar a Pessoa Trans: Direitos e acesso à Justiça

Publicado em:

Nesta sexta-feira, 28, a partir das 19 horas (horário de Rondônia), acontece o seminário “Visibilizar a Pessoa Trans: Direitos e acesso à Justiça”, que vai ser transmitido online pelo canal do Youtube da Defensoria Pública do Estado de Rondônia, por meio do link: https://youtu.be/nKN8e1a00sA.

O evento faz alusão ao dia 29 de janeiro, Dia Nacional da Visibilidade Trans, uma iniciativa da Ouvidoria-Geral da DPE-RO em parceria com o Núcleo em Defesa dos Direitos Humanos e da Coletividade (NUDHC) e com o Núcleo de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher (Nudem) da Defensoria Pública do Estado de Rondônia.

Para discutir assuntos correlatos ao tema foram convidadas as palestrantes: Karen de Oliveira, Ativista e Militante Social, Coordenadora do Grupo Comunidade Cidadã Livre (Comcil) e da Regional Norte da Rede Nacional de Mulheres Travestis e Transexuais e Homens Trans Vivendo e convivendo com HIV e Aids; Karollyne Nascimento, Ouvidora-Geral externa da Defensoria Pública do Estado de Paraná, Ativista de Direitos Humanos, Conselheira Municipal dos Direitos da Mulher, membra da Marcha Mundial das Mulheres e colaboradora do grupo Desencarcerar PR e Pastoral Carcerária; e o palestrante Dionísio Descry, Advogado especialista em Direito Previdenciário.

Como integrantes da DPE-RO, participarão do evento: a Ouvidora-Geral externa da DPE-RO, Valdirene de Oliveira que atuará como moderadora dos debates; e contribuirão para o evento a coordenadora do Nudem, defensora pública Débora Machado Aragão e o coordenador do NUDHC, defensor público Eduardo Borges.

Dia Nacional da Visibilidade Trans

Instituído a partir de 2004, o Dia Nacional de Visibilidade Trans é uma data que objetiva chamar atenção da sociedade para a luta de travestis e de transexuais por seus direitos, pelo reconhecimento de suas pautas e de suas identidades, além de funcionar como uma data de celebração da vida das pessoas travestis e transexuais no Brasil.

Nesse dia, diversas campanhas e ações são promovidas para promover a visibilidade das pautas e para reforçar o combate à transfobia (preconceito contra pessoas trans e travestis), uma vez que o Brasil ainda é o país recordista em violência e assassinato de pessoas pertencentes a esse grupo.


Compartilhar

Skip to content