Pular para conteúdo principal

Em parceria com a DPE-RO, Mestrado em Direitos Humanos e Desenvolvimento da Justiça (DHJUS) abre inscrições nesta segunda-feira, 31

Publicado em:

Em parceria com a DPE-RO, Mestrado em Direitos Humanos e Desenvolvimento da Justiça (DHJUS) abre inscrições nesta segunda-feira, 31Estão abertas as inscrições para o ano de 2022, do “Mestrado em Direitos Humanos e Desenvolvimento da Justiça (DHJUS), ofertado pela Universidade Federal de Rondônia (Unir) em parceria com a Escola da Magistratura (Emeron) do Tribunal de Justiça do Estado (TJ-RO), com o Ministério Público do Estado (MP-RO) e com a Defensoria Pública do Estado (DPE-RO). O edital com todas as informações você encontra no link: https://sigaa.unir.br/…/public/processo_seletivo/lista.jsf.

As inscrições são gratuitas e acontecem até o dia 11 de fevereiro de 2022. Ao todo, são 30 vagas disponíveis, divididas da seguinte maneira: 6 vagas para oferta universal; 10 vagas para membros e servidores(as) do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia; 10 vagas para membros e servidores do Ministério Público do Estado de Rondônia e 4 vagas para membros da Defensoria Pública do Estado de Rondônia.

O DHJUS é um programa de Mestrado interdisciplinar, que envolve docentes de 7 departamentos e 4 núcleos da Universidade Federal de Rondônia, e que possui o intuito de fortalecer os grupos de pesquisa existentes na UNIR e de propiciar a criação de novos grupos que pesquisem temas como direitos humanos e o desenvolvimento da justiça no contexto amazônico.

“Mais uma vez, a Defensoria Pública de Rondônia participa como parceira desse programa de Mestrado tão importante para a produção de pesquisas no âmbito dos Direitos Humanos e Justiça, reforçando ainda mais os laços com a Universidade Federal de Rondônia (Unir) e demais instituições parceiras”, ressalta Hans Lucas Immich. 22. Ao todo, são 30 vagas disponíveis, sendo que destas, 4 vagas são destinadas a membros da Defensoria Pública do Estado de Rondônia.

O DHJUS é um programa de Mestrado interdisciplinar, que envolve docentes de 7 departamentos e 4 núcleos da Universidade Federal de Rondônia, e que possui o intuito de fortalecer os grupos de pesquisa existente na UNIR e de propiciar a criação de novos grupos que pesquisem temas como direitos humanos e o desenvolvimento da justiça no contexto amazônico.

“Mais uma vez, a Defensoria Pública de Rondônia participa como parceira desse programa de Mestrado tão importante para a produção de pesquisas no âmbito dos Direitos Humanos e Justiça, reforçando ainda mais os laços com a Universidade Federal de Rondônia (Unir) e demais instituições parceiras”, ressalta Hans Lucas Immich.


Compartilhar

Skip to content