Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Se clicar em "Rejeitar Cookies", os cookies que não forem estritamente necessários serão desativados. Para escolher quais quer autorizar, clique em "Gerenciar cookies". Saiba mais em nossa Declaração de Cookies.

Pular para conteúdo principal

Setor Chacareiro: Ação da Defensoria Pública resulta em decisão judicial liminar modificando e reduzindo a tarifa de energia dos moradores da região

Publicado em:

Na última quarta-feira, 10 de agosto, uma ação da Defensoria Pública do Estado de Rondônia, de autoria do Núcleo de Defesa dos Direitos Humanos e da Coletividade (Nudhc), culminou em decisão judicial liminar modificando a classe tarifária de energia elétrica dos moradores do Setor Chacareiro, localizado na Zona Leste de Porto Velho.

Com a ação, os moradores do setor chacareiro serão enquadrados nos usuários de energia elétrica que compõe a classe rural, beneficiada pela redução dos encargos e modicidade tarifária.

Como relata o defensor público Eduardo Guimarães Borges, a demanda do Setor Chacareiro foi apresentada durante um atendimento da instituição realizado na região. “A Presidente da Associação de Ação Popular Hortifrutigranjeiro da União (AAPIHGU), Sra. Gabriela Ortiz Camargo, comunicou a esta Instituição que os moradores rurais do Setor Chacareiro da Zona Leste de Porto Velho não estão enquadrados na classe rural beneficiada pela redução dos encargos e modicidade tarifária”, explica o defensor público.

Além disso, o defensor ressalta que segundo Gabriela Camargo, fora realizada uma reunião entre os representantes da Associação e da Empresa Concessonária de Energia Elétrica (Energisa), ocasião em que firmaram acordo de que o setor seria incluído no Programa Luz Para Todos, sendo necessária a troca das linhas de energia elétrica e postes da região e a modificação da tarifa de energia dos moradores da referida área rural, com base no Decreto nº 7.891/2013.

Diante do exposto pela Sra. Gabriela Camargo, o Núcleo de Direitos Humanos da DPE-RO realizou uma reunião com o moradores do Setor Chacareiro, da qual surgiu como um dos encaminhamentos a tentativa de solucionar a demanda de maneira extrajudicial. “Oficiamos a empresa concessionária de energia elétrica, mas não obtivemos reposta, o que nos levou à formulação e ao ingresso da ação judicial pela Defensoria Pública”, explica o defensor público Eduardo Guimarães Borges.

Encaminhamentos da Decisão Liminar

Além da modificação tarifária de energia, com redução dos encargos e modicidade tarifária, a ação da Defensoria Pública também requereu a inclusão do Setor Chacareiro no Programa Luz Para Todos, com o empreendimento da troca de linhas de energia elétrica e postes da região.

O juízo decidiu parcialmente o pedido de tutela provisória pela modificação e redução da tarifa de energia, e convocou audiência de conciliação entre os representantes do Setor Chacareiro e a empresa concessionária de Energia para discutir sobre os demais requerimentos do setor.


Compartilhar