Pular para conteúdo principal

Defensoria Pública de Rondônia realiza ações no âmbito da Campanha Outubro Rosa: de conscientização e prevenção do câncer de mama

Publicado em:

No mês do Outubro Rosa, a Defensoria Pública do Estado de Rondônia promoveu uma série de ações no âmbito da campanha de conscientização sobre a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama.

Para tanto, a instituição distribuiu cartões físicos personalizados com orientações de auto exame a todas as membras, servidoras e estagiárias da capital e do interior, bem como disponibilizou laços na cor rosa para todas e todos os integrantes da Defensoria Pública.

As equipes da Defensoria Pública, na capital e interior, também foram orientadas a utilizar peças na cor rosa e reunir-se para a realização de fotos coletivas. Uma dessas fotos foi realizada em frente ao prédio-sede da instituição.

Por fim, a entrada do prédio-sede da Defensoria Pública recebeu decorações temáticas sobre a campanha, assim como o elevador e outros pontos do prédio. Os papéis de parede dos computadores também foram alterados com artes personalizadas da campanha.

“A Defensoria Pública mais um vez reitera seu compromisso com a disseminação de informações e com a conscientização de sua equipe acerca de uma campanha tão significativa e que debate um tema de saúde tão relevante. A conscientização é sim a principal ferramenta para a promoção dos atos de prevenção e do diagnóstico, o que salva vidas”, ressalta o Defensor Público-Geral, Hans Lucas Immich.

As ações foram realizadas conjuntamente pelos seguintes Núcleos e Diretorias da Defensoria Pública: Centro de Estudos da instituição, Núcleo Especializado de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher (Nudem), Diretoria de Comunicação e da Diretoria de Recursos Humanos.

Além da foto da Sede da Defensoria Pública, também enviaram fotos coletivas os Núcleos: Colorado do Oeste, Guajará-Mirim, Ji-Paraná, Ouro Preto do Oeste, Presidente Médici e Vilhena.

A campanha Outubro Rosa

A campanha Outubro Rosa teve início no ano de 1990, em um evento chamado “Corrida pela cura”, que aconteceu em Nova Iorque, para arrecadar fundos para a pesquisa realizada pela instituição Susan G. Komen Breast Cancer Foundation.

A primeira ação no Brasil aconteceu em 2002, no parque Ibirapuera, em São Paulo. Com a iluminação cor-de-rosa do Obelisco Mausoléu ao Soldado Constitucionalista.

A partir de 2008, iniciativas como essa tornaram se cada vez mais frequentes. Diversas entidades relacionadas ao câncer passaram a iluminar prédios e monumentos, transmitindo a mensagem: a prevenção é necessária

Os servidores da Defensoria Pública se solidarizam com a campanha e apoiam todas as formas de incentivo, prevenção e conscientização.


Compartilhar

Skip to content