Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Se clicar em "Rejeitar Cookies", os cookies que não forem estritamente necessários serão desativados. Para escolher quais quer autorizar, clique em "Gerenciar cookies". Saiba mais em nossa Declaração de Cookies.

Pular para conteúdo principal

DPE-RO realiza capacitação interna em Libras com o minicurso “Sinalizando Introduções”

Publicado em:

A Defensoria Pública do Estado de Rondônia irá realizar um minicurso de Libras intitulado “Sinalizando Introduções”, que acontecerá no dia 08 de julho, ocorrendo das 08h às 12h e das 14h às 17h30m, na modalidade presencial, que será destinado inicialmente ao público interno que já está em acompanhamento processual com a comunidade surda. Inicialmente, a capacitação será interna, conforme a necessidade dos atendimentos e de acordo com a demanda dos Núcleos da Capital.

Atualmente, o trabalho desenvolvido pela Seção de Apoio em Libras na DPE-RO é uma conquista da Defensoria Pública, efetivada a partir do apoio da Secretária de Estado de Assistência Social (Seas-RO), que auxiliou na viabilização desse importante ato para a garantia do acesso à informação e apoio no acompanhamento de seus assistidos.

A capital conta hoje com atendimentos em Libras em andamento nos setores e núcleos de Recepção, Infância e Juventude, NUDEM, Contestação da Família, Vara da Família, Execução Penal, Posto de Atendimento da Zona Leste, Núcleo da Cidadania e Centro de Estudos, com o total de 28 assistidos surdos.

“Através deste minicurso, buscamos capacitar nossa equipe para uma comunicação mais efetiva com as pessoas surdas e com deficiência auditiva, garantindo que todas e todos tenham acesso pleno à justiça e aos serviços públicos oferecidos por nossa instituição. A Libras é um meio legal de comunicação e expressão no país, reconhecida e sancionada há 21 anos, e é fundamental para que possamos ampliar nossa capacidade de atendimento, superando barreiras para oferecer um serviço público mais inclusivo e humano”, afirma o Defensor Público-Geral Hans Lucas Immich.


Compartilhar

Pular para o conteúdo