Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Se clicar em "Rejeitar Cookies", os cookies que não forem estritamente necessários serão desativados. Para escolher quais quer autorizar, clique em "Gerenciar cookies". Saiba mais em nossa Declaração de Cookies.

Pular para conteúdo principal

Jaru: Equipe do Núcleo da Defensoria Pública de Rondônia realiza mutirão de atendimento presencial à população carcerária da Comarca

Publicado em:

O Núcleo da Defensoria Pública do Estado de Rondônia em Jaru realizou, nas duas últimas semanas do mês de junho, um grande mutirão de atendimento presencial à população carcerária da Comarca.  Os atendimentos in loco foram realizados pela equipe criminal do Núcleo da Defensoria Pública, coordenada pelo defensor público Lucas do Couto Santana.

Como explica Lucas do Couto, hoje a comunidade prisional de Jaru consiste, em média, de 320 presos, somando todos os regimes, conforme aponta o Sistema de Informação Penitenciária da Secretaria Estadual de Justiça (Sejus-RO). “O atendimento aos presos é sempre realizado pelo Núcleo de Jaru de forma regular, tanto por meio de inspeções pessoais, presenciais, bem como o atendimento contínuo, realizado também telepresencialmente por sua equipe a fim de permitir que as condições do cárcere ocorram de forma digna e, principalmente, para preservar os direitos de todos apenados”, explica Lucas do Couto.

Segundo ele, em virtude da atuação da Defensoria Pública, que é sempre presente nas unidades prisionais, foi verificada a necessidade emergente de cobertores para a comunidade carcerária”. Dessa maneira, a Defensoria Pública em parceria com alunos do curso de Direito do Centro Universitário Aparício Carvalho – FIMCA, Secretarias de Assistência Social do Município de Governador Jorge Teixeira e Jaru, e da Pastoral Carcerária, organizaram um mutirão para arrecadação de cobertores para a comunidade prisional.

“Conseguimos arrecadar diversos cobertores a fim de sanar o frio de todos os presos no momento da friagem e, também, para evitar que tal situação permanecesse nas noites de frio da região”, explica Lucas do Couto. “Isso só foi possível graças às contribuições dos alunos de Direito da FIMCA de Jaru, liderados pela aluna Tânia Lima Bernardo (3º período), com auxílio da turma do 2º período, por meio do aluno Willian Gonçalves Barbosa, com especial apoio das Secretarias de Assistência Social do Município de Governador Jorge Teixeira e de Jaru, respectivamente por meio das secretárias Keila Maria De Oliveira Souza e Edileuza Sena, e por fim, também com o auxílio da Pastoral Carcerária, por meio de sua presidente Sandra”, conclui o Defensor Público.

Lucas do Couto ainda frisa que as doações foram bem recebidas e a ação foi apoiada pelo Diretor do Centro Regional de Ressocialização Augusto Simon Kempe, Geanderson Rodrigues. “A Defensoria Pública busca, assim, sempre atuar de forma dar o pleno atendimento jurídico a todos os necessitados, atuando judicial e extrajudicialmente, em busca de alcançar a dignidade da pessoa humana”, conclui o defensor público.


Compartilhar

Pular para o conteúdo