Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Se clicar em "Rejeitar Cookies", os cookies que não forem estritamente necessários serão desativados. Para escolher quais quer autorizar, clique em "Gerenciar cookies". Saiba mais em nossa Declaração de Cookies.

Pular para conteúdo principal

Membras e membros da Comissão Gestora de Documentos da DPE-RO recebem capacitação técnica sobre o Sistema e-SIC

Publicado em:

O e-SIC (Sistema Eletrônico do Serviço de Informações ao Cidadão) é um portal administrado pelas Controladorias Gerais dos Estados (CGEs) e que permite a qualquer pessoa, física ou jurídica, o encaminhamento de pedidos de acesso à informação, o acompanhamento do prazo e do recebimento da resposta da solicitação realizada a órgãos e entidades do Executivo Estadual, em cumprimento à Lei de Acesso à Informação (LAI). O site da Defensoria Pública do Estado de Rondônia mantém um botão de acesso ao e-SIC: https://esic.cge.ro.gov.br/.

Dada a importância do sistema, no último dia 25 de janeiro, os membros da Comissão Gestora de Documentos da DPE-RO participaram da Reunião Técnica para orientações sobre a gestão das demandas e atualizações e melhorias implementadas no Sistema e-SIC (Serviço Eletrônico de Informação ao Cidadão), promovida pela Controladoria-Geral do Estado de Rondônia, no auditório da Secretaria Estadual de Saúde (SESAU).

Participaram da Reunião Técnica a equipe composta pela Diretora de Gestão Estratégica, defensora pública Rithyelle Medeiros Bissi do Nascimento; pelo Diretor de Controle Interno, Emerson Coelho; e pela Diretora de Planejamento, Orçamento e Gestão, Rayanne Cristina.

“Por meio do sistema, além de fazer o pedido, é possível acompanhar o prazo pelo número de protocolo gerado e receber a resposta da solicitação por e-mail, entrar com recursos, apresentar reclamações e consultar as respostas recebidas. O objetivo é facilitar o exercício do direito de acesso às informações públicas”, explica Rayanne.


Compartilhar

Pular para o conteúdo