.
Banner
Você está aqui: Home

DPE-RO doa mais de 300 quilos de alimentos à Cruz Vermelha Brasileira

E-mail Imprimir

Nesta quarta-feira, 20, a Defensoria Pública do Estado de Rondônia (DPE-RO), realizou a doação de mais de 300 quilos de alimentos provenientes de arrecadação durante as inscrições do IX Processo Seletivo de Estágio. A instituição beneficiada foi a filial da Cruz Vermelha Brasileira em Rondônia.

A solenidade de entrega dos donativos foi realizada na própria sede da DPE-RO, com a assinatura do termo de doação assinado pelo Defensor Público Geral, Marcus Edson de Lima, na presença do representante da Cruz Vermelha Brasileira, Cristiano Salvador de Oliveira.

O Defensor Público-Geral fez questão de ressaltar que é um motivo de felicidade poder colaborar com as pessoas que mais precisam. “Atuar para a promoção do bem-estar das pessoas é um papel da DPE-RO, que cumprimos das mais variadas maneiras, inclusive realizando atos como este”, pontou referindo-se às doações.

Cristiano Salvador de Oliveira, que atua como Coordenador da Cruz Vermelha no Brasil, vê com bons olhos as ações da Defensoria Pública de Rondônia. “Os beneficiados com esses alimentos, serão os atingidos pela cheia do Rio Madeira em Porto Velho, que acometeu diversas comunidades e famílias ribeirinhas”, explica.

“É de suma importância essas doações. O Departamento Nacional de Programas Humanitários agradece a todos, e em especial, a Defensoria Pública”, ressaltou Cristiano.

Também participaram da solenidade, o Subdefensor Público-Geral Hans Lucas Immich, a voluntária da CVB, Iuala Prado, o estagiário da DPE e voluntário da CVB, João de Oliveira, e os servidores do Centro de Estudos da DPE (Angélica, Ricardo e Emilim).

Cruz Vermelha

A Cruz Vermelha é a principal instituição de ajuda humanitária do mundo. No Brasil está presente em 21 estados. Seus voluntários sempre dizem que, para minorar o sofrimento da população, sempre são os primeiros a chegar e os últimos a sair.

Uma das principais atividades da Instituição é o ensino de primeiros socorros. Em 2017, por exemplo, a CVB lançou as Diretrizes Internacionais de Primeiros Socorros e Reanimação. As orientações que a instituição apresenta são uma referência para quem trabalha na área e também para aqueles que querem saber mais sobre a atividade que salva vidas.Diante do aumento de número de casos que vitimaram milhares de Brasileiros, a Cruz Vermelha Brasileira (CVB) tem atuado no trabalho de conscientização para o combate ao mosquito transmissor da dengue, Zika, Chikungunya e febre amarela. É ainda criadora de vários projetos, entre eles estão: O projeto Zika e febre amarela.

Entre as ações em destaque, neste ano de 2019, a Cruz Vermelha Brasileira, atuou em vários desastres, como no caso do rompimento da barragem de Brumadinho em Minas Gerais, enchentes no Rio de Janeiro, São Paulo e em Rondônia.

Para saber mais sobre a Cruz Vermelha Brasileira, como apoiar ou participar, acesse o portal online da instituição.

Joomlart