.
Banner
Você está aqui: Home

170 casais se unem na 2ª Edição do Casamento Comunitário da Defensoria Pública de Rondônia

E-mail Imprimir

Tarde de sábado, dia 24 de agosto, uma data especial para o casal Adelina, (69 anos), e José (60 anos) que, juntos há 14 primaveras, aguardavam ansiosos o momento do enlace matrimonial. “Já esperamos muito, agora chegou a nossa hora de casar”, afirmou Adelina sorridente enquanto tira fotos com o noivo.

“Não nos casamos antes, pois eu tinha problemas com minha certidão de nascimento, mas resolvi essa questão com o auxílio dos parceiros do casamento”, explica José. “Após ficarmos sabendo do Casamento Comunitário pela televisão decidimos participar do evento”, afirmou o casal.

O casal foi entrevistado enquanto aguardava para assinar os papéis do casamento civil. Mais tarde naquele mesmo dia, Adelina e José teriam o sonho do matrimônio realizado assim como os dos outros 170 casais presentes na ocasião.

Solenidade inesquecível

“Uma celebração impecável”, afirmou o Defensor Público-Geral, Hans Lucas Immich, “a qual devemos principalmente à união de esforços entre os servidores da Defensoria Pública, as equipes dos 1º, 2°, 3º e 4º Cartórios de Ofício de Porto Velho, as Faculdades Integradas Aparício Carvalho, as equipes da Deputada Federal Mariana Carvalho e do Vereador Maurício Carvalho, e aos diversos parceiros entre órgãos e instituições privadas, meu muito obrigado.”

Adelina e José se casam após 14 anos juntos.Dividida em dois momentos, a segunda edição do Casamento Comunitário da DPE-RO contou com o casamento civil realizado pelos cartórios que ficaram divididos em salas do prédio Neoclássico da Fimca, e posteriormente, e a celebração do casamento com a presença de um juiz de paz.

“Ver tanta gente aqui reunida tendo acesso a um direito básico que é o matrimônio é saber que a Defensoria está tendo sucesso no seu papel de garantidora de direitos, não apenas no míster principal de seu trabalho cotidiano, mas nas ações extrajudiciais também”, afrmou Hans Lucas Immich.

Após o casamento civil, os casais entraram em fila na quadra da Fimca, guiados por servidores da Defensoria Pública, e se emocionaram ao serem embalados por músicas performadas pela Orquestra da Escola Música Villa-Lobos e pela cantora Carol Aguiar.

Lucineide e Joel

Outro casal que também estava feliz com o casamento comunitário era Lucineide e Joel que fizeram questão de frisar que só estavam casando graças ao auxílio da Defensoria Pública.

“Fiquei sabendo do evento pelo facebook, e na hora combinei com meu noivo de participar, mas ainda sim sem saber se conseguiríamos arcar com os custos das demais coisas. Só que fomos contemplados também nos sorteios dos brindes e conseguimos o que faltava: meu vestido e o terno dele”, afirmou Lucineide.

“Estamos felizes! Está sendo além do que imaginávamos”,finalizou.

O casal Lucineide e Joel com os filhos.

Joomlart