.
Banner
Você está aqui: Home

Defensoria Pública recebe representantes indígenas da etnia Karitiana

E-mail Imprimir

Na última segunda-feira, 03, representantes indígenas da etnia Karitiana estiveram presentes na Defensoria Pública, em uma reunião que envolveu a Corregedoria e a Ouvidoria da instituição, defensores públicos federais, e um representante do Conselho Indígema Missionário (CIMI).

O objetivo é realizar uma força-tarefa conjunta em prol da população Karitiana que enfrenta diversos problemas cotidianos, como a falta de políticas públicas voltadas à comunidade, problemas na área escolar, como falta de professores, e o não acesso à energia elétrica.

“Todos esses problemas foram-nos apresentados pelos indígenas provenientes de duas aldeias que distam cerca de 75 km de Porto Velho: as aldeias Caracol e Bejarana”, explica a Ouvidora-Geral, Valdirene de Oliveira.

Segundo a Ouvidora, o objetivo é promover a interlocução e a articulação com a Defensoria Pública da União para atuar conjuntamente em busca de soluções para a aldeia. “Reconhecemos que a questão indígena é de competência principal da DPU, por isso propomos essa parceria, atuando como articuladores das demandas indígenas”, explica.

O Corregedor-Geral, Marcus Edson de Lima, afirma que muito em breve será realizada uma reunião ampliada entre diversos órgãos em prol da população Karitiana. “Provavelmente, no mês de Março, realizaremos uma reunião, entre as Defensorias Públicas do Estado e União, o Ministério Público Federal e demais órgãos afins, para que possamos propor um termo de ajuste destinado a sanar estes problemas”, explica

Joomlart