.
Banner
Você está aqui: Home

Por meio de live no youtube, Defensoria e Ministério Público lançam projeto Cidade Solidária Digital

E-mail Imprimir

Objetivo é propor alternativas tecnológicas e democráticas para a crise econômica gerada pela pandemia de Covid-19

A Defensoria Pública do Estado de Rondônia convida a todos para, na próxima quarta-feira, às 17 horas, assistir ao canal do youtube da instituição, que vai transmitir ao vivo o lançamento do projeto Cidade Solidária Digital, iniciativa do Núcleo da Defensoria Pública em Espigão do Oeste e do Núcleo do Ministério Público estadual no município.

A live (transmissão pela internet) trará o coordenador do Núcleo da DPE-RO em Espigão do Oeste, defensor público Lucas Marcel Pereira Matias,e o promotor de Justiça Vinicíus Basso de Oliveira. Você consegue assistir a transmissão pelo link: https://bit.ly/2YAycrR.

O que é o projeto?

“O projeto é ofertar à população, ao poder público e aos agentes econômicos uma mediação para a busca de soluções extrajudiciais que, preservando o isolamento social recomendado pelas autoridades sanitárias, permita também a manutenção da atividade econômica e a preservação de empregos, adaptando o comércio à nova realidade”, explica o defensor público Lucas Marcel.

Segundo ele, não se sabe quanto tempo a Pandemia irá durar, por isso é preciso começar a pensar desde já em modos inovadores de vencer a crise. “Quem começar a pensar nisso agora terá uma recuperação muito mais rápida e ainda preservará vidas. Temos confiança de que, com diálogo, poderemos buscar modos consensuais de superarmos esse momento desafiador. Mas serão necessárias a solidariedade e a vontade política para adaptar a vida à nova realidade”, explica.

Como será realizado?

O promotor de Justiça Vinicíus Basso explica que para tornar possível a concretização do projeto, é necessário unir forças com a sociedade e com as instituições públicas e privadas.

“O Instituto Federal de Rondônia (IFRO), por exemplo, apresentou-se como um grande parceiro na busca de oportunizar um aplicativo de celular para o avanço das negociações digitais no âmbito do município. Da mesma forma, a Associação Comercial se prontificou a caminhar conosco, contribuindo com o diálogo junto à classe. A administração municipal aceitou discutir nossa proposta no âmbito da assistência social e a auxiliar no desenvolvimento do nosso ideal”, explica.

Segundo ele, “tudo isso demonstra um engajamento no sentido de buscar soluções democráticas para os problemas atuais, enquanto nítido objetivo do Ministério Público e da Defensoria Pública deste Estado”, conclui.

Joomlart