.
Banner
Você está aqui: Home

Corregedoria da DPE propõe que instituições destinem computadores não utilizados a estudantes

E-mail Imprimir

Pensando no contexto de isolamento social causado pela pandemia de Covid-19 (novo coronavírus), o que impede a realização de aulas presenciais em escolas de todo o estado, a Defensoria Pública de Rondônia, por meio da Corregedoria-Geral da instituição, editou um projeto nesta segunda-feira, 11, para auxiliar alunos da rede pública de ensino que não tem equipamento de informática em suas casas.

A ideia principal do projeto é destinar computadores não mais utilizados pela Defensoria Pública e pelas demais instituições do estado de Rondônia, por meio da doação destes equipamentos à Secretaria de Estado da Educação, para que esta os distribua a alunos matriculados em escolas da rede pública de ensino. Assinam o projeto o Corregedor-Geral da DPE-RO, Marcus Edson de Lima, e o Corregedor-Auxiliar, Victor Hugo de Sousa Lima.

“Decidimos conscientizar todas as instituições quanto à doação destes equipamentos, uma vez que a suspensão das aulas presenciais levou a Secretaria Estadual de Educação (SEDUC) a estimular os alunos quanto à utilização de plataformas digitais para que mantenham suas rotinas de estudo. Mas é de notório conhecimento que muitos alunos, principalmente os integrantes de famílias hipossuficientes, não possuem o equipamento básico de informática em suas casas, o que pode decorrer em uma exclusão destes alunos da nova realidade educacional adotada durante o período de pandemia de Covid-19”, explica o Corregedor-Geral da DPE-RO, Marcus Edson de Lima.

Segundo o defensor público, é de ciência pública que os órgãos de administração comumente renovam o parque tecnológico a fim de garantir ao serviço a economicidade e a produtividade com a utilização de equipamentos mais modernos e adequados às novas demandas. “Com isso, os equipamentos substituídos, que apesar de não serem mais úteis para a Administração, podem ser suficientes para a realização de tarefas básicas como navegação na internet e execução de vídeos”, explica.

A doação dos computadores será realizada em duas etapas. Na primeira fase, que terá duração as instituições que aderirem ao projeto vão praticar os atos necessários para realização da doação dos computadores ao Estado de Rondônia. Na segunda etapa, fica estipulado que a SEDUC realizará a entrega dos equipamentos aos alunos matriculados na rede pública de ensino.

“A primeira fase do projeto ficará a cargo das instituições, sendo que a partir da transferência dos equipamentos, a Coordenação do Projeto será realizada pela SEDUC, órgão que tem a expertise para definir para qual escola, nível, ano, deve ser priorizado na destinação’, explica o Corregedor-Geral, Marcus Edson.

Joomlart
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner