Doação de computadores da Defensoria contribui para inclusão digital de estudantes da rede pública

Imprimir

No âmbito do projeto de destinação de computadores não mais utilizados pela Defensoria Pública do Estado de Rondônia, a instituição assinou nesta semana um termo de doação de bens móveis à Secretaria Estadual de Educação (Seduc), doando 14 computadores (desktops) e 14 monitores.

Segundo o projeto, cabe agora à Secretaria de Educação à distribuição destes materiais para a utilização dos alunos da rede pública de ensino. “São equipamentos não mais utilizados pela Defensoria, devido à renovação dos nossos equipamentos eletrônicos, mas que estão em perfeito estado de uso e conservação, que podem ser usados para a realização de diversas tarefas como a navegação na internet e a reprodução de vídeos, por exemplo,”, explica o Corregedor-Geral, Marcus Edson de Lima, que juntamente ao Corregedor-Auxiliar, Victor Hugo de Sousa Lima e toda a equipe da Corregedoria da DPE-RO, idealizaram o projeto.

Segundo Marcus Edson de Lima, a doação foi concebida principalmente visando o período de pandemia pelo coronavírus, e a consequente adoção das aulas remotas pelas instituições de ensino. “É fato que um grande número de alunos não tem acesso a equipamentos tecnológicos para que acompanhem as aulas e exposições online, por isso pensamos em um jeito de ajudar a proporcionar um meio de acesso à plataformas digitais”, explica.

“Estamos muito felizes de podermos contribuir de alguma forma para amenizar o impacto dos efeitos causados pela pandemia na educação dos alunos da rede pública e agradecemos a abertura da Secretaria Estadual de Educação que abraçou o projeto e de dispôs a realiza-lo em conjunto com a Defensoria Pública”, explica o Defensor Público-Geral, Hans Lucas Immich que assina o termo de doação juntamente com a Secretária de Educação do Estado de Rondônia, Suamy Vivecananda Lacerda Abreu.