.
Banner
Você está aqui: Home

Defensoria Pública apoia projeto Adote o Futuro da Emeron sobre adoções de mudas de árvores

E-mail Imprimir

A Defensoria Pública do Estado de Rondônia está apoiando o projeto "Adote o Futuro", promovido pela Escola da Magistratura do Estado de Rondônia (Emeron) em parceria com a Polícia Militar de Rondônia (PMRO), por meio do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA). A ação faz referência a semana comemorativa do dia da árvore, que acontece entre os dias 21 e 25 de setembro e tem como objetivo a adoção de árvores para o confronto ao desmatamento na Amazônia.

Serão distribuídas cerca de 300 mudas de onze espécies diferentes de árvores durante a semana, utilizando o sistema drive thru e mediante agendamento prévio. O projeto, promovido como atividade de extensão da Pós-Graduação Lato Sensu em Direito Ambiental, destina-se a contribuir com a preservação das florestas e com um futuro saudável para as próximas gerações, com apoio do Núcleo de Sustentabilidade e Acessibilidade (Nages) do Tribunal de Justiça de Rondônia.

Segundo matéria do portal do Tribunal de Justiça de Rondônia, a taxa de desmatamento na Amazônia está 34% maior nos últimos dozes meses de acordo com dados de monitoramento por satélite divulgados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). "Isso significa que, entre agosto de 2019 a julho de 2020, mais de 9,2 mil quilômetros quadrados (km2) de floresta foram derrubados, o que equivale a seis vezes o tamanho da cidade de São Paulo", explica a matéria.

A campanha é voltada a todos, e principalmente às crianças. Os adotantes receberão uma "certidão de nascimento" das espécies adotadas, registrando o compromisso da adoção. Para retirar sua plantinha, basta realizar o agendamento no site da campanha, que também apresenta diversas informações diferentes sobre o meio ambiente e sobre as ações desenvolvidas pelo TJ-RO.

"O trabalho para a preservação do meio ambiente também é uma preocupação e uma missão institucional da Defesoria Pública, que realiza ações no âmbito interno para a sustentabilidade como o "Defensoria Sustentável" e apoia ações de outros órgãos como o Adote o Futuro do Tribunal de Justiça de Rondônia", afirma o Defensor Público-Geral, Hans Lucas Immich.

Joomlart