.
Banner
Você está aqui: Home

STF: Habeas Corpus impetrado pela DPE-RO extingue ação penal contra denunciado por furto de R$ 9,40

E-mail Imprimir

Um Habeas Corpus impetrado pelo Núcleo da Defensoria Pública do Estado de Rondônia em Rolim de Moura resultou em uma decisão do ministro Edson Fachin do Supremo Tribunal Federal (STF), determinando a extinção da ação penal contra o assistido G.F.L. denunciado por furto de cabos elétricos no valor total de R$ 9,40.

Segundo a denúncia, supostamente, G.F.L havia escalado o muro de uma propriedade em Rolim de Moura, onde furtou fios e cabos elétricos avaliados em R$ 9,40 (nove reais e quarenta centavos). Entretanto, este foi surpreendido por duas pessoas que o imobilizaram até a chegada da Polícia Militar, resultando em sua prisão em flagrante e na confissão dos fatos.

Conforme explica o defensor público Jaime Miranda Leônidas Alves, responsável pela impetração do Habeas Corpus, a insignificância do valor total dos produtos furtados basta para a exclusão da tipicidade material do caso em questão.

“A conduta delituosa também é insignificante diante desse valor”, explica o defensor público. “Ademais, o réu não agiu com violência ou grave ameaça e não houve prejuízo à vítima, porque o furto não foi consumado. Para além disso, deve-se destacar que houve pedido e consequente decretação da prisão preventiva, medida totalmente desproporcional ao caso"., pontua Jaime Miranda.

Em seu voto, o ministro Edson Fachin relata que ao analisar o caso, levando-se em consideração as circunstâncias do delito, a conduta imputada ao denunciado é materialmente atípica, sendo o princípio da insignificância facilmente observado.

Joomlart
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner