.
Banner
Você está aqui: Home

Conselho Nacional de Ouvidorias das Defensorias Públicas reúne-se para discutir situação do país

E-mail Imprimir

A Ouvidoria-Geral da Defensoria Pública do Estado de Rondônia, representada pela Ouvidora-Geral Valdirene de Oliveira, participou da reunião ordinária do Conselho de Ouvidorias das Defensorias Públicas em sessão online, que ocorreu nos dias 16 e 17 de março.

O principal objetivo foi o de discutir as críticas situações que o país vem vivendo em diversas áreas e o agravamento da pandemia de Covid-19. Na mesma sessão, aconteceu também a eleição da Nova Diretoria do Conselho Nacional de Ouvidorias, com a criação de coordenadorias temáticas e eleição dos novos coordenadores.

“Dado que o Conselho Nacional de Ouvidorias possuí capilaridade em todas as regiões do País, e congrega pessoas de reconhecida militância nos mais diversos setores, deliberou criar coordenadorias temáticas de modo a promover incidência coletiva nas pautas que estão sendo objeto de ataque”, explica a Ouvidora-Geral da Defensoria Pública do Estado de Rondônia, Valdirene de Oliveira.

Segundo ela, a eleição das coordenadorias permitirá que o Conselho Nacional se constitua em um importante locus (local) de recebimento de demandas de políticas que estão sendo desmobilizadas, e de trabalho estratégico junto às defensorias públicas.

Após o processo eletivo, a Ouvidoria do Estado de Rondônia assumiu a coordenadoria de Direito a Cidade, Terra, Territórios, Povos e Comunidades Tradicionais. “Esta pasta terá muita importância por conta dos inúmeros ataques vividos pela população da Amazônia, situações que violam o direito a uma cidade digna e justa para todas e todos, o acesso a uma política efetiva de reforma agrária e regularização fundiária e a intensa exploração do território amazônico e de seus povos”, explica Valdirene de Oliveira.

“Foi com muita honra que aceitei o cargo porque vivemos em uma região, onde a população vive a margem das políticas públicas e convivem diariamente com a invasão dos seus territórios, a grilagem, conflitos agrários, lideranças ameaçadas, destruição das florestas e rios, em processo continuo de apagamento da identidade dos povos amazônicos, pois somos vistos apenas como uma fonte de exploração e não como sujeitos de direitos”, afirmou a Ouvidora-Geral da Valdirene Oliveira.

A pasta terá como coordenação conjunta junto a Ouvidora Geral da Defensora do Estado do Acre (AC), Solene Costa.

 

Composição da nova diretoria:

Presidente: William Fernandes – Ouvidor de São Paulo

Vice -Presidenta: Antonia Araujo – Ouvidora do Ceará

Secretária: Valdirene Oliveira – Ouvidora de Rondônia

Tesouraria: Fabíola Araujo – Ouvidora do Maranhão

Assessora Parlamentar: Patrícia Almeida – Ouvidora do Distrito Federal

Assessor Jurídico: Cristiano Peres – Ouvidor de Mato Grosso.

 

Coordenadorias Temáticas Criadas:

1) Infância e Juventude. Responsável: Norma Miranda (PA).

2) Primeira Infância. Responsável: Djan Moreira (PI).

3) Direitos LGBTQIA+. Responsável: Thiago de Azevedo Pinheiro Hoshino (PR).

4) Igualdade Racial. Responsável: Sirlene Vanessa de Souza Assis (BA).

5) Direitos Humanos: Responsável: Daniel Faria (RS).

6) Direito à Cidade, Terra, Territórios, Povos e Comunidades Tradicionais. Responsáveis: Valdirene de Oliveira ( RO) e Solene Costa (AC).

7) Mulheres. Responsáveis: Céu Cavalcante Palmeira (PB) e Fabíola Diniz Araujo de Jesus (MA).

8) Política Criminal. Responsável: Guilherme Pimentel (RJ).

9) Sistema Prisional. Responsável: Solene (AC) e Antonia Mendes de Araújo (CE).

10) Coordenadoria Extraordinária pela Vacinação e Acesso a Renda na Pandemia. Responsável: Cristiano Nogueira Peres Preza (MT).

Joomlart
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner