.
Banner
Você está aqui: Home

Ação do Núcleo da Defensoria em Cacoal promove climatização em escola da rede pública

E-mail Imprimir

Com os ajustes na rede elétrica, aparelhos de ar condicionado que estavam desativados já estão em funcionamento em quase todos os pavilhões da escola

Uma ação civil pública (ACP) proposta pelo Núcleo de Cacoal da Defensoria Pública do Estado de Rondônia promoveu ajustes na rede elétrica e o conserto da subestação de energia da Escola Municipal Presidente Médici, localizada na zona rural da Comarca, permitindo a climatização dos pavilhões da escola por aparelhos de ar condicionado disponibilizados à instituição de ensino desde o começo de 2021.

Como relata o diretor da escola, Edenir Moura Campos, a instituição havia recebido novos aparelhos de ar condicionado, por meio de um projeto de aquisição em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, porém os mesmos acabaram tendo outra destinação, uma vez que era necessária a ampliação da rede elétrica e a substituição da subestação de energia de 25 para 75 KVA.

Segundo o defensor público Roberson Bertone, coordenador do Núcleo da DPE-RO em Cacoal e responsável pela ação, o problema da escola foi identificado após uma palestra realizada pela Defensoria no local. “Realizamos uma palestra na escola e identificamos o problema. Ajuizamos então ação contra o município, para que os ares fossem disponibilizados novamente, e contra a Energisa, para que fosse feito os ajustes na rede elétrica”, explica.

“A Escola Municipal Presidente Médici, situada na linha 10, zona rural de Cacoal/RO, infelizmente, não contava com climatização, ou seja, apesar do clima quente de Rondônia, Região Norte do Brasil, e de ali haver aulas ordinárias, inclusive, na porção mais quente do dia, no período da tarde, os alunos e professores continuavam sofrendo com tal realidade e, em razão de não ter sido apresentada uma solução satisfatória, não vimos outro caminho do que a Judicialização da questão”, ressalta o defensor público.

Pavilhões Climatizados

Como relata Edenir Moura, diretor da escola, após a ação da Defensoria Pública do Estado de Rondônia, a empresa Energisa realizou a adequação e os ajustes necessários na rede elétrica, bem como o conserto da subestação de energia, trazendo benefícios não apenas para a instituição de ensino, mas também para os demais estabelecimentos e casas da linha 10. Atualmente, todos os pavilhões da escola estão climatizados.

“Gostaria de agradecer ao defensor público Roberson Bertone, da Defensoria Pública de Rondônia, juntamente aos envolvidos da instituição. Sem o apoio de vocês, não teríamos nem a rede e nem os ares (aparelhos de ar condicionado)”, explica Edenir Moura que também deixa registrado seus agradecimentos ao Senhor Paulino Favoretti, ex Presidente do Sindicato Rural de Cacoal, por ser parceiro na realização do projeto da aquisição de 15 ares condicionados, à Administração Municipal e à Secretaria Municipal de Educação, pela aceitação do projeto e complementação financeira, e à Energisa por ter realizado a ampliação da rede elétrica e substituição da subestação de 25 para 75 KVA, que “além de beneficiar a escola, também beneficiou a comunidade com a rede de alta tensão”, explica o diretor.

“O Conselho Escola da Escola Presidente Médici representado pelo diretor Edemir Moura Campos, e a comunidade da escola Presidente Médici, agradecem todos os parceiros pela atuantes neste caso”, finaliza.

Joomlart
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner