Pular para conteúdo principal

DPE empossa defensor público substituto; ele atuará na comarca de Guajará-Mirim

Publicado em:

A nomeação do defensor Roberson Bertone ocorreu em virtude do pedido de aposentadoria do defensor público José Francisco Cândido

A nomeação do defensor Roberson Bertone ocorreu em virtude do pedido de aposentadoria do defensor público José Francisco Cândido

Roberson Bertone de Jesus foi empossado nesta quinta-feira, 22, pelo Conselho Superior da Defensoria Pública (CS-DPE-RO)como defensor público substituto. A posse ocorreu na sede da instituição. A solenidade foi conduzida pelo vice-presidente do CS, subdefensor público-geral do Estado, Edvaldo Caires Lima.

A nomeação do defensor ocorreu devido ao pedido de aposentadoria do defensor público José Francisco Cândido, cujo processo encontra-se em andamento. O defensor público substituto empossado foi designado para atuar em Guajará-Mirim, Município que faz fronteira com a Bolívia.

O subdefensor público-geral, ao dar as boas-vindas ao defensor empossado, afirmou que ele está assumindo uma das comarcas mais problemáticas em virtude da mesma estar localizada em uma região de fronteira. “Há uma demanda considerável relacionada ao tráfico de drogas”, disse, esclarecendo ainda que há questões envolvendo roubo de veículos, que são “desovados” na cidade fronteiriça de Guayaramerim.

“Como o Município não dispõe ainda dos serviços da Defensoria Pública da União, essas questões terminam ficando sob a responsabilidade da Defensoria Pública do Estado”, completou o subdefensor.

Roberson Bertone declarou que ser defensor público é uma realização pessoal e gratificante. “Pretendo, por meio do exercício da função de defensor, dar uma contribuição social diferenciada aos menos favorecidos economicamente”, observou.

Rodízio

O defensor público Victor Hugo, que estava atuando em Guajará-Mirim, foi designado para exercer a função em Jaru; já o defensor público Diego Azevedo Simão, que atuava nesse Município (Jaru) foi deslocado para Ouro Preto, e o defensor público Rafael de Castro Magalhães deixará a comarca de Ouro Preto para atuar na comarca de Ariquemes. O defensor Masato Kojima, de Ariquemes, será deslocado para a comarca de Porto Velho.

 


Compartilhar