Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Se clicar em "Rejeitar Cookies", os cookies que não forem estritamente necessários serão desativados. Para escolher quais quer autorizar, clique em "Gerenciar cookies". Saiba mais em nossa Declaração de Cookies.

Pular para conteúdo principal

Concurso: nota de esclarecimento

Publicado em:

A COMISSÃO DO CONCURSO PÚBLICO para provimento das vagas do quadro administrativo da Defensoria Pública do Estado de Rondônia ESCLARECE que não houve fraude na elaboração, distribuição ou aplicação das provas. O episódio a que se refere à notícia publicada pela imprensa local trata-se de um fato isolado. Foi uma tentativa em que uma candidata terminou sendo apreendida portando aparelho telefônico não permitido durante a realização da prova.. A apreensão foi fruto de atividade preventiva do Núcleo de Estratégia e Inteligência da Polícia Civil, que já vinha investigando o fato, com o apoio da própria comissão do concurso e da Fundação Getúlio Vargas. Não houve qualquer prejuízo para a idoneidade do certame, que seguirá normalmente.

A Comissão do Concurso.


Compartilhar