Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Se clicar em "Rejeitar Cookies", os cookies que não forem estritamente necessários serão desativados. Para escolher quais quer autorizar, clique em "Gerenciar cookies". Saiba mais em nossa Declaração de Cookies.

Pular para conteúdo principal

Assistido consegue UTI e implante de marca-passo após recorrer à DPE

Publicado em:

A cirurgia foi bem sucedida e Oswaldo Porto já se encontra em casa. Na foto, ele e o filho João Pedro.

A cirurgia foi bem sucedida e Oswaldo Porto já se encontra em casa. Na foto, ele e o filho João Pedro.

O assistido Oswaldo Porto Alcântara,59 anos, de Vilhena, conseguiu o direito de ser internado em UTI cardiológica do Hospital de Base e fazer a cirurgia para a implante de um marca-passo, graças a intervenção da Defensoria Pública do Estado (DPE-RO),que propôs ação de obrigação de fazer, com pedido de antecipação de tutela. O juízo concedeu a liminar na madrugada da sexta,09, para o sábado (10).

Oswaldo Porto foi transferido para a UTI cardiológica do HB no sábado, após uma semana internado no Hospital João Paulo II. A cirurgia ocorreu na terça-feira, 13. Ele já foi liberado e encontra-se em casa. O filho do assistido, João Pedro Alcântara, afirmou que decidiu recorrer a DPE depois de tentar resolver a situação administrativamente, sem, no entanto obter êxito.

A ação foi ajuizada pelos defensores públicos Sérgio Muniz Neves e Leonardo Werneck, que atuam no Núcleo da Cidadania, setor responsável pelo primeiro atendimento. Eles foram in loco averiguar a situação do paciente. A decisão foi do juiz  Adolfo Theodoro Naujorks.


Compartilhar