Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Se clicar em "Rejeitar Cookies", os cookies que não forem estritamente necessários serão desativados. Para escolher quais quer autorizar, clique em "Gerenciar cookies". Saiba mais em nossa Declaração de Cookies.

Pular para conteúdo principal

Defensoria Pública é convidada para participar da abertura do projeto Criança Protegida

Publicado em:

A Defensoria Pública foi uma das instituições convidadas para participar da abertura do projeto Criança Protegida realizado nesta quarta, 11, e quinta-feira, 12, pela Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social de Rondônia (Seas), em parceria com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos do Governo Federal.

O Defensor Público-Geral, Hans Lucas Immich, esteve presente, prestigiando o evento, ao lado do Governador do Estado, Marcos Rocha, da secretária da Seas e primeira dama, Luana Rocha, do Secretário-Chefe da Casa Civil, Junior Gonçalves, e do Coordenador-Geral de Defesa dos Direitos da Criança e Adolescente do Governo Federal, Helbert Pitorra.

A abertura contou com a apresentação musical de uma orquestra de crianças comandada pelo músico cubano Richard, com a apresentação da garota Lorena Lima e do coral do colégio Adventista de Porto Velho.

“Uma abertura muita linda que faz jus à importância do projeto que será desenvolvido no Estado de Rondônia. A DPE, como instituição que defende o direito das crianças e adolescentes, endossa esta ação que visa combater a violência e o abuso sexual infantil”, afirma Hans Lucas Immich.

Projeto Criança Protegida

O projeto Criança Protegida tem como o objetivo capacitar agentes públicos para atuarem no Sistema de Garantias de Direitos, com um arcabouço de leis e treinamento teórico-prático, com o fim de atuar na defesa de crianças e adolescentes.

Rondônia é o primeiro estado a implementar Criança Protegida, que vai capacitar 500 integrantes do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente. As aulas dos dois dias de projeto discutem: “Prevenção do Abuso Sexual Contra Crianças – Orientações Legais e Práticas”, “Como Lidar com a Vítima Depois do Abuso”, “Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte (PPCAAM)”. No final, os participantes passarão por um treinamento prático para a implementação da Lei de Escuta Especializada.

Segundo o Governador Marcos Rocha, que assinou o Termo de Acordo de Cooperação Técnica do programa com a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, o curso “representa um avanço importante das ações em defesa da criança e do adolescente, além de demonstrar o compromisso do estado de Rondônia com as políticas públicas de fortalecimento dos vínculos familiares, fundamentais na formação do cidadão”.

Com informações do Governo de Rondônia



Compartilhar